Mural Verde apresenta...

Minha foto
Salvador, Bahia, Brazil
...sou aquilo que me der na telha e que se assemelha ao que você bem entender. (Jay Vaquer)
segunda-feira, 29 de abril de 2013

Cantando relíquias




Guarde em seu baú
As porções mágicas de dor
Os rostos de amores
E moléculas de desespero

Leve na sua caixa fabulosa
Pedacinhos do meu coração
Restos de meu sim e do meu não

Coloque dentro de uma cúpula
A orquídea mais preciosa
Que é da cor da mais bela rosa
E coberta de lágrimas de vidro

Transmita para dentro da caixa mágica
A ópera que toca no seu coração
Cante a canção trágica
Pois sua bailarina vai dançar

O cântico de um coração abandonado
Um fim trágico
E o destino traçado:
"Amarás sem ser amado!"

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores