Mural Verde apresenta...

Minha foto
Salvador, Bahia, Brazil
...sou aquilo que me der na telha e que se assemelha ao que você bem entender. (Jay Vaquer)
domingo, 7 de fevereiro de 2010



Discutindo solidão


Eu, como a noite, adoro a solidão.
Que avista a felicidade e segue na contra mão,
Que nega sem dizer não.
Mas não se conforma com essa situação.
Quem não se conforma? Melhor mesmo é estar sozinho.
E de onde receber o carinho ?
A solidão faz do carinho raro a felicidade momentânea.
Da felicidade momentânea, expandindo para a felicidade constante.
Para um solitário, a companhia vale mais que diamante.
Mas às vezes a companhia é mais fraca que um barbante.
Que fique calado, que fique parado, que fique feito estátua a todo instante.
Pois fazer a companhia é o mais importante.
Não deixe que a solidão seja para você um desafio.
Assim, não sentirá frio.
Frio?
O que é frio para quem passou a vida inteira completamente sozinho.
Quanta frieza, não leve a vida assim cheia de tristeza.
A solidão nos ajuda a encontrar a solução.
A solidão que em excesso machuca,oprime e entristece.
Não é a solução mesmo, não!
A frustração nos acrescenta e coloca tudo no seu lugar,
Nem sempre é onde gostaríamos de estar.
Para finalizar...
O lugar onde somos colocados não é onde gostaríamos,
mas o que aparenta realmente é que não vale mais nada o que sentimos.
Já eu acredito que acabamos exatamente no buraco que cavamos.
Mesmo que tenhamos cavado sem querer, é um buraco.
Se a solidão é a solução, estou solucionado há muito tempo,
a vida vai sendo levada assim como palavras ao vento.

(Jean Pedro e Amanda Carvalho)

Seguidores