Mural Verde apresenta...

Minha foto
Salvador, Bahia, Brazil
...sou aquilo que me der na telha e que se assemelha ao que você bem entender. (Jay Vaquer)
segunda-feira, 27 de junho de 2011

Distraídos


Ninguém acerta dizer quando chegou o amor
Todos sabem dizer quando acabou
E a certeza que um dia a dor chegará
Enquanto se pede que a eternidade vá embora

Não precisamos estar no rumo certo
Basta ser vasto como o deserto
E se for engraçado como o seu sorriso...
ou tão precioso quanto o teu olhar
E que pareçamos cúmplices ao andar de mãos dadas

E no deserto desse nosso caminhar,
Eu penso como a dor pode demorar
Ou até mesmo nunca chegará
E não mais desse sonho acordar.
segunda-feira, 20 de junho de 2011

O ESPETÁCULO


E que comece o espetáculo!!!!!!!
Então, as luzes se apagam e a platéia silenciosa espera...
E a cena começa numa madrugada vazia sem som e sem cores

Os atores tão sofredores
Pois tamanho é o seu cansaço
Eles choram pelos corredores,
pois não há espaço para quem se lastima.

E vão ao espetáculo velho
tão novo para a encantada platéia
Mas é um velho espetáculo
Pobre espectador... não faz a menor ideia.

Então... eles correm pelo palco e o faz com emoção
Dançam com alegria aquela velha canção...
Eles trazem no sorriso um desgosto
Porque precisam dar-te o paraíso???

Que doce é o sorriso daquela moça
Nem parece cansada
Coitada...
Como sofre essa pobre insossa.

Descansa de ti mesmo moça cansada
Pois amanhã haverá um novo espetáculo
E você, de novo, sapateará em cima do seu coração
Sem saber, sem ao menos se lembrar
Que um dia o espetáculo vai terminar!


AMANDA CARVALHO

Seguidores